http://www.tukasampaio.com.br/p/blog-page.htmlhttp://www.tukasampaio.com.br/p/contato_26.htmlhttp://www.tukasampaio.com.br/p/anuncie.html


Capricha na forma - Whey: Como funciona, o que é e outros detalhes.

22.3.13
Arquivado em:


Com uma demoradinha a mais, voltei! E voltei com novidades para vocês!

Neste post iremos falar sobre o tão famoso WHEY. Que para muitos leigos, é sinônimo de “bomba” e em muitos casos, famílias proíbem o uso por não terem um conhecimento, mesmo que pequeno, pelo produto.
Antes de tudo, vamos traduzir um pouco o que é o WHEY.
O Whey nada mais é que a proteína do soro do leite. Isso, isso mesmo P-R-O-T-E-Í-N-A. Isto mesmo, são as moléculas orgânicas mais abundantes e importantes nas células do nosso corpo. Essas moléculas são chamadas de aminoácidos. São conhecidos vinte tipos de aminoácidos, e embora o nosso organismo PRECISE desses vite tipos para produzir as proteínas do nosso corpo, ele NÃO consegue produzir alguns deles. Sendo, então, necessário busca-los nos alimentos. Isto é, fazendo-se uma SUPLEMENTAÇÃO de proteína.
Com isso, a proteína do soro do leite (WHEY) é uma proteína COMPLETA. Isso significa que ela contém TODOS os aminoácidos que seu corpo necessita diariamente.
Além disso, a proteína do soro de leite é de longe a proteína mais facilmente digerida e absorvida pelo corpo humano. É conhecida como uma proteína “rápida”, por sua capacidade de chegar rapidamente aos músculos. Ela supera a proteína de outros alimentos, como carne e ovos.
O whey protein facilita a vida de quem tem dificuldade em conseguir incluir toda a proteína da dieta.

Há três tipos de WHEY
Isolado, concentrado e Hidrolisado.
Entendendo um pouco sobre cada um...

O ISOLADO: Essa é a proteína de soro de leite com maior valor biológico. Os isolados representam o auge da eficiência do Whey: são digeridos pelo organismo de forma extremamente rápida e chegam aos músculos mais rápido que qualquer outra proteína. Eles são bons para ser usados na parte da manhã, quando seus níveis de proteína estão baixos após o sono, bem como na nutrição pré e pós-treino.

O CONCENTRADO: Esse é o Whey que oferece o melhor custo-benefício. São uma proteína de altíssima qualidade e absorvida rapidamente, embora não tão rápidamente quanto os isolados. E contém mais carboidrato.

O HIDROLISADO: O Whey Protein hidrolisado é aquele que passa por um processo em que as moléculas de proteína do soro do leite são quebradas em partículas menores na presença de água. Assim, a digestão e absorção se tornam ainda mais rápidas.

Como nosso corpo necessita de proteína, nada melhor que um alimento prático que suprirá toda nossa deficiência de uma só vez. Mas lembre-se, NADA em excesso é bom. Por isso, consulte um nutricionista para saber a medida certa para você. Lembrando, também, que cada organismo reage de uma forma.
Potencialize seu corpo com saúde e inteligência. Não se iluda, tomar WHEY não irá fazer com que seu músculo cresça de uma noite para outra.
Não faça dieta. Viva na dieta!
Beijocas, bom treino, força na peruca e não desistam nunca!!!

  1. Estava dando uma lida em seu blog e, como eu curso nutrição, notei uma coisa: "Sendo, então, necessário busca-los nos alimentos. Isto é, fazendo-se uma SUPLEMENTAÇÃO de proteína." A palavra certa não seria suplementação, porque nós nutricionistas (que, inclusive, são os únicos profissionais que podem prescrever suplementações) só utilizamos a suplementação em último caso, quando o paciente está extremamente debilitado e não consegue ingerir alimentos via oral, por isso opta-se pela suplementação. Portanto, o correto seria dizer que, como é um aminoácido essencial (cujo organismo não é capaz de sintetizar), as pessoas devem procurar os alimentos que tiverem maior fonte de proteínas. Resumindo, é isso... Nunca devemos optar pela suplementação, o que não ocorre na prática! Já que o excesso de proteínas, por exemplo, não será absorvido e isso acarretará numa sobrecarga dos rins, podendo causar até cálculos renais. Enfim, foi uma coisa que eu li e achei que ficou escrita de forma equivocada! No mais, gostei do blog :) SUCESSO!

    ResponderExcluir
  2. Estava dando uma lida em seu blog e, como eu curso nutrição, notei uma coisa: "Sendo, então, necessário busca-los nos alimentos. Isto é, fazendo-se uma SUPLEMENTAÇÃO de proteína." A palavra certa não seria suplementação, porque nós nutricionistas (que, inclusive, são os únicos profissionais que podem prescrever suplementações) só utilizamos a suplementação em último caso, quando o paciente está extremamente debilitado e não consegue ingerir alimentos via oral, por isso opta-se pela suplementação. Portanto, o correto seria dizer que, como é um aminoácido essencial (cujo organismo não é capaz de sintetizar), as pessoas devem procurar os alimentos que tiverem maior fonte de proteínas. Resumindo, é isso... Nunca devemos optar pela suplementação, o que não ocorre na prática! Já que o excesso de proteínas, por exemplo, não será absorvido e isso acarretará numa sobrecarga dos rins, podendo causar até cálculos renais. Enfim, foi uma coisa que eu li e achei que ficou escrita de forma equivocada! No mais, gostei do blog SUCESSO!

    ResponderExcluir



Tuka Sampaio, 25 anos, capricorniana. Nascida e criada em Salvador (baianinha, oxente!), capricorniana, apaixonada por moda e maquiagem. Advogada que colocou o tailleur de lado para trabalhar com o blog e dividir um pouco do seu mundo com vocês.


youtube

facebook

news por e-mail

digite seu e-mail para receber todas as novidades:

#tukasampaio

arquivo do blog

translate